Produtiva na Universidade Caixa


A atuação da Produtiva junto à Universidade CAIXA busca atender a missão do órgão: fomentar a educação e o desenvolvimento dos empregados e parceiros estratégicos visando contribuir para o alcance da missão da CAIXA.

Com foco na Educação a Distância, a Produtiva oferece à Universidade Caixa a elaboração de cursos completos com conteúdos da CAIXA, a criação de business games, a transposição de cursos para o padrão WEB, a atualização de conteúdo de cursos publicados na Universidade Caixa, e ajustes e padronização de cursos publicados pela instituição.

A proposta didático-pedagógica dos cursos elaborados pela Produtiva para a Universidade Caixa considera os pressupostos da abordagem interacionista de Vygotsky e da aprendizagem significativa de Ausubel, bem como as ideias de Paulo Freire – criador de uma prática educativa transformadora que pressupõe o homem como ser inconcluso, sujeito da sua autonomia e que possui sua própria identidade cultural – e Carl Rogers, buscando o direcionamento para a relação mediador e aprendiz considerando a tríade empatia, autenticidade e aceitação incondicional do outro.

Além disso contemplam estratégias de aprendizagem com foco na educação de jovens e adultos e considerar as diretrizes educacionais do Modelo Pedagógico da Universidade Caixa, reforçando a premissa de que educar não é transferir conhecimento, mas criar.

Com o desenvolvimento de cursos disponibilizados via intranet ou internet no portal da Universidade CAIXA, resguardando os padrões utilizados pela CAIXA, a Produtiva oferece produtos compatíveis com o servidor web ZOPE, em plataforma Linux rodando CMS Plone (com LMS próprio baseado no padrão SCORM 1.3 2004), navegadores web homologados pela CAIXA (Internet Explorer e Mozilla Firefox versão 24), leitores de tela Jaws (versão mais recentemente homologada: 15) e NVDA (versão mais recentemente homologada: 2013.3), além de layout responsivo a área de trabalho, seguindo os padrões definidos pela W3C (padronização WCAG) em conformidade com as orientações contidas no Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico (eMAG).